Portal do Governo Brasileiro

  • A A A


  • IFC Camboriú promove I Seminário de Educação e Socialização de Estágios do curso de Pedagogia


    De 26 a 30/06, o auditório nobre do Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Camboriú recebe o I Seminário de Educação e Socialização de Estágios do curso de Pedagogia. O evento tem como objetivo promover a reflexão da docência na educação infantil e nas modalidades da educação do campo, especial e de Jovens e Adultos (EJA).

    O evento é uma realização do IFC Camboriú, em parceria com a Faculdade Municipal de Palhoça (FMP).

    Para participar, não é necessário realizar inscrição. O I Seminário é gratuito e aberto ao público.

    Confira a programação completa:

    26/06/2016 – 19h às 22h30

    Local: Auditório IFC Camboriú

    Mesa 1 e 2 – IFC

    Abertura: Coordenadores de curso

    Idorlene da Silva Hoepers (IFC/Campus Camboriú)

    Ivanir Maciel (FMP)

    3 trabalhos de Educação Infantil (Geórgia e Rosenei; Ana e Gisele; Nayara e Maiara)

    Altino José Martins Filho (UDESC/FMP)

    Zemilda do Carmo Weber do Nacimento dos Santos (Avantis/IFES/Prefeitura Municipal de Camboriú)

    Mediadora: Degelane Córdova Duarte (IFC/Campus Camboriú/FMP)

    21h

    2 trabalhos de Educação Especial (Luciana; Clair e Andrea)

    Ivanir Maciel (FMP)

    Idorlene da Silva Hoepers (IFC/Campus Camboriú)

    Mediadora: Magali Dias de Souza (IFC/Campus Camboriú)

    27/06/2017 – 19h às 22h30

    Local: Auditório IFC Camboriú

    Mesa 3 e 4 – IFC

    4 trabalhos de Educação do Campo (Thamires e Helen; Aline e Evelyn; Gisele e Ingrid; Márcia e Viviane)

    Erika Sagae (UFSC)

    Mediadora: Sílvia Régia Chaves de Freitas Simões (IFC/Campus Camboriú)

    21h

    2 trabalhos de EJA (Vanessa e Daniele; Paula e Dalila)

    Débora Regina Ouriques (FMP)

    Lúcia Correia Marques de Miranda Moreira (FMP)

    Maria Fernanda Diogo (FMP)

    Mediador: Denis Delfino Liberato (FMP)

    28/06/2017 – 19h às 22h30

    Local: Auditório IFC Camboriú

    Mesa 5 e 6 – IFC

    2 trabalhos de Educação Especial (Hilda e Lucimara; Bianca e Mariana)

    Odimar Lorenset (IFC/Campus Camboriú)

    Mediadora: Drª Magali Dias de Souza (IFC/Campus Camboriú) (05min.)

    3 trabalhos de Educação Infantil (Kátia e Heliane; Bruna e Evelyn; Amanda e Maira)

    Gisele Gonçalves (FMP/UFSC)

    Juliana Costa Müller (UFSC)

    Mediadora: Ingrid Nicola Souto (FMP)

    29/06/2017 – 19h às 22h30

    Local: Auditório IFC Camboriú

    Mesa 7 e 8 – IFC

    3 trabalhos de Educação Infantil (Fernanda e Nathália; Maurício e Wilma; Aliciene e Vanessa)

    Degelane Córdova Duarte (IFC/Campus Camboriú/FMP)

    Mediadora: Drª Idorlene da Silva Hoepers (IFC/Campus Camboriú)

    2 trabalhos de EJA (Kézia e Yane; Amanda e Carol)

    Ágata Regiane Quissini

    Mediadora: Sílvia Régia Chaves de Freitas Simões (IFC/Campus Camboriú)

    30/06/2017 – 19h às 22h30

    Local: Auditório IFC Camboriú

    Mesa 9 – IFC

    Mesas de debates sobre: “Estágio e formação inicial docente”. Todos os professores de estágio mediados pela Coordenadora Idorlene da Silva Hoepers.

    Professores da mesa:

    Degelane Duarte Córdova

    Magali Dias de Souza

    Odimar Lorenset

    Sílvia Régia Chaves de Freitas Simões

    Encerramento: Coordenadora Idorlene da Silva Hoepers

    Confira o currículo dos professores participantes:

    Altino José Martins Filho

    Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS (2012). Realizou estágio doutoral na Universidade do Minho/Portugal no ano de 2011 sob a orientação do Professor Dr. Manuel Jacinto Sarmento. Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC (2005), Especialização em História Social pela Universidade Estadual de Santa Catarina/UDESC (2000). Graduação em História, Licenciado e Bacharel pela Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC (1997), Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Nove de Julho/UNINOVE/SP (2009). Professor na Universidade Estadual de Santa Catarina/UDESC, atuando no Curso de Pedagogia na Faculdade de Educação/FAED e no Centro de Ensino a Distância/CEAD. Professor e orientador no curso Lato Sensu – Especialização em Educação Infantil da Faculdade Municipal da Palhoça/FMP. Professor titular da Prefeitura Municipal de Florianópolis em Educação Infantil. Atuou por diversos anos como gestor educacional em creches, também foi Diretor da Educação Infantil da Secretaria do mesmo município, no ano de 2013. Atuou como consultor na área da Educação Infantil para elaboração da Proposta Curricular do Curso de Pedagogia na Faculdade de Educação/FAED da UDESC entre 2006-2009. Trabalha como conferencista e palestrante em programas de formação continuada de professores de Educação Infantil. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação e Infância, pesquisando principalmente nos seguintes temas: Abordagens Teóricas em Educação Infantil; Prática Pedagógica; Culturas Infantis; Protagonismo das Crianças; Formação Docente em Educação e Infância. Cotidiano e Docência na Educação Infantil. Possui vários artigos publicados, organizador e co-autor dos livros: Criança pede respeito: ação educativa em creche e pré-escola, Editora Mediação (2ª Ed.2015); Infância plural: crianças do nosso tempo, Editora Mediação (2006); Das pesquisas com crianças à complexidade da infância, Editora Autores Associados (2011); Dossiê Bebês e Crianças Bem Pequenas em Contextos Coletivos de Educação (Pro-Posições, v.24, n.3(72), set./dez.2013); Educação Infantil: especificidades da docência, Editora da UDESC (2013); Educar na Creche: uma prática construída com os bebês e para os bebês, Editora Mediação, 2016; Dossiê Avaliação na e da Educação Infantil: avaliação de contexto (Pro-Posições, no prelo). Educação de Infância: formação, identidades e desenvolvimento profissional. Editora Edufal (Brasil) e Editora De Facto (Portugal) (2016). Foi participante e pesquisador do Projeto MATO (As marcas do Tempo) desenvolvido entre o Instituto de Estudo da Criança da Universidade do Minho/Portugal e a UFSC nos anos de 2003 a 2005. Foi membro pesquisador do Núcleo de Estudo e Pesquisa na Pequena Infância NUPEIN/UFSC (2002-2006). Atualmente desenvolve pesquisa no Grupo de Estudos em Educação Infantil/GEDIN da FAED/UDESC, desde 2006, Grupo de Estudos em Educação Infantil/GEIN da UFRGS, desde 2009 e Grupo de Pesquisa CIC da UFPEL desde 2010.

    Zemilda do Carmo Weber do Nacimento dos Santos

    Doutora em Educação (Bolsista Capes) pelo Programa de Doutorado em Educação – PPGE – UNIVALI – Pesquisa: CRIANÇA E A EXPERIÊNCIA AFETIVA COM A NATUREZA: As concepções nos documentos oficiais que orientam e regulam a Educação Infantil no Brasil (2016). Estágio de Doutorado Modalidade Sanduíche no Centre de recherche en éducation et formation relatives à lenvironnement et à lécocitoyenneté (CentrERE), UQAM – Université du Quebéc a Montreal – Montreal, Canadá (2015). Mestre em Educação pelo Programa de Doutorado em Educação – PPGE – UNIVALI – Pesquisa: Trajetórias Docentes no município de Camboriú – SC: Memórias de professoras da Infância (2010). Graduação em Pedagogia pela UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí – SC (2001). Integrante do Grupo de Pesquisa Contextos da Educação da Infância. Professora do Ensino Superior (Curso de Pedagogia). Formadora e Assessora na área de Educação Infantil nos temas de Documentos Reguladores (Diretrizes e Projetos Políticos Pedagógicos), e Prática Docente. Professora de Educação Infantil de Rede Pública de Ensino.

    Juliana Costa Müller

    Doutoranda e Mestra em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina / UFSC, linha de Educação e Comunicação sob orientação Profª Drª Monica Fantin. Pós-Graduanda em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade Municipal da Palhoça – FMP. Pós-Graduada em Design Instrucional em EAD pela Faculdade de Administração, Ciências, Educação e Letras / FACEL. Graduada em Pedagogia pelo Centro Universitário Municipal de São José/USJ (2011), com habilitação em Educação Infantil, Anos Inciais e Educação de Jovens e Adultos / EJA. Pesquisadora do Núcleo Infância, Comunicação, Cultura e Arte – NICA, sediado no Centro de Ciências em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina / UFSC (www.nica.ufsc.br), atua principalmente nos seguintes temas: educação. educação infantil. séries iniciais. mídias. mídia-educação. tecnologias. criança e contemporaneidade. consumo. mediação. família. Atualmente está envolvida em projetos internacionais e nacionais que pesquisam cinema na escola; conteúdo midiático; aprendizagens formais e informais; multiletramentos de professores, jovens e crianças.

    Débora Regina Ouriques

    Mestre em Literatura: Teoria Literária pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008). Especialista em Docência para o Ensino Superior pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2006). Graduada em Letras Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Graduada em Letras Língua Francesa e Literaturas de Língua Francesa pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002). É Professora de Língua Portuguesa e Literatura da rede Estadual de Ensino de Santa Catarina. Atualmente é Professora Colaboradora da Faculdade Municipal de Palhoça-SC. Revisora de Língua Portuguesa da Editora Conceito Editorial- SC. Com experiência em Língua Portuguesa possui ênfase nos seguintes temas: Metodologia do Ensino em Língua Portuguesa, Estágio Supervisionado em Língua Portuguesa,Estágio Supervisionado em EJA, Leitura e Produção Textual, Teoria Literária e Literaturas Brasileiras, Ensino da Língua Portuguesa para estrangeiros. Na área da Língua Francesa atua como Professora Particular, Revisora e Intérprete e possui experiência em cursos extracurriculares.

    Lúcia Correia Marques de Miranda Moreira

    Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1993), mestrado em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997) e doutorado em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002). Atualmente é professor colaborador do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade de Marília. Professora dos Cursos de Administração e Gestão Comercial (EaD) da Faculdade CESUSC, mantida pelo Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina; Professora da Faculdade Municipal de Palhoça, SC; Professora do Centro Universitário Estácio de Santa Catarina.Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa e Literatura Portuguesa; professor de Narrativas Audiovisuais nos cursos de graduação e Pós-graduação em Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: jornalismo, ficção na mídia, literatura, linguagem e simbólico.

    Maria Fernanda Diogo

    Graduação em Psicologia pela PUC/SP (1996), Especialização em Psicologia da Infância pela UNIFESP (1998), Especialização em Psicossomática pelo Instituto Sedes Sapientiae (2000), Mestrado (2005) e Doutorado (2012) em Psicologia pela UFSC. Professora da Graduação e da Pós Graduação Lato Sensu da Faculdade Municipal de Palhoça/FMP. Professora da Pós Graduação Lato Sensu do SENAC/SC. Temáticas de interesse: psicologia do trabalho; relações de gênero; psicologia da educação; formação docente.

    Degelane Córdova Duarte

    Professora do Curso de Pedagogia no Instituto Federal Catarinense. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1992). Especialização em Administração Escolar pela Universidade Federal de Santa Catarina(1994). Especialização em Supervisão Escolar pela Faculdade de Ciências e Letras Plínio Augusto do Amaral/SP(1996) e Mestrado em Educação e Cultura pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Tem experiência em docência no Ensino Superior, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação de Professores, Gestão Escolar, Pesquisa e Prática Pedagógica na Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental.

    Ingrid Nicola Souto

    Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Científica Tecnológica na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduada em Pedagogia no Centro Universitário Franciscano – UNIFRA (2009), com habilitação em Educação Infantil, Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Cursos de Ensino Médio na modalidade Normal, Cursos de Educação Profissional e Gestão Educacional. Atualmente é professora orientadora do curso de Pós-Graduação em Educação na Cultura Digital (UFSC) e tutora da Fundação Parque Tecnológico Itaipu -FPTI/BR Ciência, Tecnologia e Inovação – C&T+ I. Atuou como professora formadora no Centro de Educação a Distância (CEAD) na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e como Designer Instrucional no Senac/EaD. Ministra cursos e oficinas para Professores, Tutores e Estudantes sobre o uso do Moodle no ensino presencial e a distância e apropriação crítica das tecnologias digitais na educação. Tem experiência na área da Educação, com ênfase nos seguintes temas: formação de professores, formação crítica, trabalho docente, prática docente, desenvolvimento de recursos tecnológicos digitais e educação a distância. Participa do Grupo de Pesquisa COMUNIC da UFSC.

    Denis Liberato Delfino

    Possui graduação em Matemática. Pós Graduado em Metodologia do Ensino Interdisciplinar e Gestão Escolar. Atualmente é professor da Faculdade Municipal de Palhoça, Assistente de Educação da Rede Municipal de Ensino, atuando como Diretor de Escola. Docente nas disciplinas Estatística Aplicada à Educação e Metodologia do Ensino da Matemática no curso de Pedagogia – Faculdade Municipal de Palhoça.

    Idorlene da Silva Hoepers

    Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI (SC). Integrante da Rede Federal de Educação Científica e Tecnológica.

    Ivanir Maciel

    Possui graduação em Pedagogia pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (1998) e mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2009). Atualmente é pesquisador da Universidade do Estado de Santa Catarina, professor efetivo na graduação e pós graduação da Faculdade Municipal de Palhoça e exerce a função de coordenadora do curso de Pedagogia (2015/atual). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação de educadores; Alfabetização e Letramento; Literatura infantil, constituição do leitor e processos de criação; Pesquisa em Educação e infância.

    Magali Dias de Souza

    Doutora em Informática na Educação (UFRGS, 2014), Mestre em Educação (UFRGS, 2007) e Pedagoga com Habilitação em Magistério e Educação Especial/Deficientes Mentais (PUCRS, 1988). Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense – Campus Camboriú (IFC-CAM), atuando no Atendimento Educacional Especializado, assim como nos cursos de graduação em Licenciatura em Pedagogia, de pós-graduação lato sensu em Treinador e Instrutor de Cães-Guia e de pós-graduação lato sensu em Educação. Pesquisadora do Grupo TEIAS (Tecnologia em Educação para Inclusão e Aprendizagem em Sociedade), grupo vinculado à UFRGS, e do Grupo ECTFPro (Educação Científica e Tecnológica na Formação Profissional), vinculado ao IFC-CAM. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial, e está envolvida com os projetos de pesquisa SCALA, SOLASSIST e ARCA, pesquisando os seguintes temas: educação especial, subjetivação, tecnologia digital e assistiva.

    Odimar Lorenset

    Mestre em Educação pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC (2011), licenciado em Geografia pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC (2006), graduado em Pedagogia Supervisão Escolar e Séries Iniciais (2008) e graduado em Pedagogia Orientação Educacional (2009) pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. É Especialista em Gestão Educacional e Metodologias do Ensino Interdisciplinar pela Faculdade Dom Bosco – FDB (2007), Especialista em Educação Infantil e Séries Iniciais também pela Faculdade Dom Bosco – FDB (2007), Especialista em Educação Ambiental pela Universidade Candido Mendes – UCAM (2010) e Especialista em Supervisão Pedagógica, Orientação Educacional e Gestão Escolar pela Faculdade Capivari – FUCAP (2010). Atualmente cursa Licenciatura em Artes Visuais no Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI e Especialização em Neuropsicopedagogia e Educação Especial no Centro Educacional Leonardo da Vinci – UNIASSELVI. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino. história e historiografia da educação. geografia. educação especial e inclusiva. currículo. gestão. Projetos de Trabalho. práticas interdisciplinares e transdisciplinares. educação ambiental. arte-educação.

    Sílvia Régia Chaves de Freitas Simões

    Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Católica de Goiás, mestrado em Educação, pelo Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina, CED/UFSC, na linha de Movimentos Sociais. Doutorado em Ciências da linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina. Pesquisa educação; educação do campo; políticas públicas; etnias, particularmente grupos ciganos. Membro da Association pour la recherche interculturelle-ARIC sediada em Genebra/Suiça. Atualmente é professora do curso de Licenciatura em Pedagogia, do Instituto Federal Catarinense, Campus Camboriú.

    Ágata Regiane Quissini

    Possui Mestrado em Educação, Especialização em Educação de Pessoas Jovens e Adultas e Licenciatura em Pedagogia. É professora efetiva do Instituto Federal Catarinense – Campus Camboriú, onde atua com ensino, pesquisa e extensão. Na Educação de Pessoas Jovens e Adultas, principal área de atuação e interesse, concentra os estudos que tensionam a presença dos pressupostos teóricos da Educação Popular em oposição ao referencial neoliberal.

    Gisele Gonçalves

    Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSC – na linha Educação e Infância. Pedagoga com habilitação em séries iniciais do Ensino Fundamental e Educação Infantil pela UFSC. Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas da Educação na Pequena Infância – NUPEIN/UFSC e Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Infância, Educação e Escola – GEPIEE/UFSC. Tem experiência na área de Educação, com ênfase na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, infância e direitos das crianças. Atua na formação universitária e continuada de professores para a educação básica.

    Erika Sagae

    Possui graduação em Educação do Campo, com ênfase em Ciências da Natureza , Matemática e Ciências Agrárias pela Universidade Federal de Santa Catarina (2013) e Mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (2015). Atualmente é vice diretora do Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo – CEPAGRO, ong com sede em Florianópolis, cuja missão é a promoção e articulação da Agroecologia em comunidades rurais e urbanas. Colaboradora do Instituto de Educação do Campo e Desenvolvimento Sustentável de SC e do Fórum Catarinense e Nacional de Educação do Campo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação do Campo, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação do Campo, formação de educadores e Agroecologia. Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina.

    Confira o currículo dosprofessores participantes:

    Altino José Martins Filho

    Doutor em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS (2012). Realizou estágio doutoral na Universidade do Minho/Portugal no ano de 2011 sob a orientação do Professor Dr. Manuel Jacinto Sarmento. Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC (2005), Especialização em História Social pela Universidade Estadual de Santa Catarina/UDESC (2000). Graduação em História, Licenciado e Bacharel pela Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC (1997), Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Nove de Julho/UNINOVE/SP (2009). Professor na Universidade Estadual de Santa Catarina/UDESC, atuando no Curso de Pedagogia na Faculdade de Educação/FAED e no Centro de Ensino a Distância/CEAD. Professor e orientador no curso Lato Sensu – Especialização em Educação Infantil da Faculdade Municipal da Palhoça/FMP. Professor titular da Prefeitura Municipal de Florianópolis em Educação Infantil. Atuou por diversos anos como gestor educacional em creches, também foi Diretor da Educação Infantil da Secretaria do mesmo município, no ano de 2013. Atuou como consultor na área da Educação Infantil para elaboração da Proposta Curricular do Curso de Pedagogia na Faculdade de Educação/FAED da UDESC entre 2006-2009. Trabalha como conferencista e palestrante em programas de formação continuada de professores de Educação Infantil. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação e Infância, pesquisando principalmente nos seguintes temas: Abordagens Teóricas em Educação Infantil; Prática Pedagógica; Culturas Infantis; Protagonismo das Crianças; Formação Docente em Educação e Infância. Cotidiano e Docência na Educação Infantil. Possui vários artigos publicados, organizador e co-autor dos livros: Criança pede respeito: ação educativa em creche e pré-escola, Editora Mediação (2ª Ed.2015); Infância plural: crianças do nosso tempo, Editora Mediação (2006); Das pesquisas com crianças à complexidade da infância, Editora Autores Associados (2011); Dossiê Bebês e Crianças Bem Pequenas em Contextos Coletivos de Educação (Pro-Posições, v.24, n.3(72), set./dez.2013); Educação Infantil: especificidades da docência, Editora da UDESC (2013); Educar na Creche: uma prática construída com os bebês e para os bebês, Editora Mediação, 2016; Dossiê Avaliação na e da Educação Infantil: avaliação de contexto (Pro-Posições, no prelo). Educação de Infância: formação, identidades e desenvolvimento profissional. Editora Edufal (Brasil) e Editora De Facto (Portugal) (2016). Foi participante e pesquisador do Projeto MATO (As marcas do Tempo) desenvolvido entre o Instituto de Estudo da Criança da Universidade do Minho/Portugal e a UFSC nos anos de 2003 a 2005. Foi membro pesquisador do Núcleo de Estudo e Pesquisa na Pequena Infância NUPEIN/UFSC (2002-2006). Atualmente desenvolve pesquisa no Grupo de Estudos em Educação Infantil/GEDIN da FAED/UDESC, desde 2006, Grupo de Estudos em Educação Infantil/GEIN da UFRGS, desde 2009 e Grupo de Pesquisa CIC da UFPEL desde 2010.

    Zemilda do Carmo Weber do Nacimento dos Santos

    Doutora em Educação (Bolsista Capes) pelo Programa de Doutorado em Educação – PPGE – UNIVALI – Pesquisa: CRIANÇA E A EXPERIÊNCIA AFETIVA COM A NATUREZA: As concepções nos documentos oficiais que orientam e regulam a Educação Infantil no Brasil (2016). Estágio de Doutorado Modalidade Sanduíche no Centre de recherche en éducation et formation relatives à lenvironnement et à lécocitoyenneté (CentrERE), UQAM – Université du Quebéc a Montreal – Montreal, Canadá (2015). Mestre em Educação pelo Programa de Doutorado em Educação – PPGE – UNIVALI – Pesquisa: Trajetórias Docentes no município de Camboriú – SC: Memórias de professoras da Infância (2010). Graduação em Pedagogia pela UNIVALI – Universidade do Vale do Itajaí – SC (2001). Integrante do Grupo de Pesquisa Contextos da Educação da Infância. Professora do Ensino Superior (Curso de Pedagogia). Formadora e Assessora na área de Educação Infantil nos temas de Documentos Reguladores (Diretrizes e Projetos Políticos Pedagógicos), e Prática Docente. Professora de Educação Infantil de Rede Pública de Ensino.

    Juliana Costa Müller

    Doutoranda e Mestra em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina / UFSC, linha de Educação e Comunicação sob orientação Profª Drª Monica Fantin. Pós-Graduanda em Psicopedagogia Institucional pela Faculdade Municipal da Palhoça – FMP. Pós-Graduada em Design Instrucional em EAD pela Faculdade de Administração, Ciências, Educação e Letras / FACEL. Graduada em Pedagogia pelo Centro Universitário Municipal de São José/USJ (2011), com habilitação em Educação Infantil, Anos Inciais e Educação de Jovens e Adultos / EJA. Pesquisadora do Núcleo Infância, Comunicação, Cultura e Arte – NICA, sediado no Centro de Ciências em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina / UFSC (www.nica.ufsc.br), atua principalmente nos seguintes temas: educação. educação infantil. séries iniciais. mídias. mídia-educação. tecnologias. criança e contemporaneidade. consumo. mediação. família. Atualmente está envolvida em projetos internacionais e nacionais que pesquisam cinema na escola; conteúdo midiático; aprendizagens formais e informais; multiletramentos de professores, jovens e crianças.

    Débora Regina Ouriques

    Mestre em Literatura: Teoria Literária pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008). Especialista em Docência para o Ensino Superior pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2006). Graduada em Letras Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Graduada em Letras Língua Francesa e Literaturas de Língua Francesa pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002). É Professora de Língua Portuguesa e Literatura da rede Estadual de Ensino de Santa Catarina. Atualmente é Professora Colaboradora da Faculdade Municipal de Palhoça-SC. Revisora de Língua Portuguesa da Editora Conceito Editorial- SC. Com experiência em Língua Portuguesa possui ênfase nos seguintes temas: Metodologia do Ensino em Língua Portuguesa, Estágio Supervisionado em Língua Portuguesa,Estágio Supervisionado em EJA, Leitura e Produção Textual, Teoria Literária e Literaturas Brasileiras, Ensino da Língua Portuguesa para estrangeiros. Na área da Língua Francesa atua como Professora Particular, Revisora e Intérprete e possui experiência em cursos extracurriculares.

    Lúcia Correia Marques de Miranda Moreira

    Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1993), mestrado em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1997) e doutorado em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002). Atualmente é professor colaborador do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade de Marília. Professora dos Cursos de Administração e Gestão Comercial (EaD) da Faculdade CESUSC, mantida pelo Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina; Professora da Faculdade Municipal de Palhoça, SC; Professora do Centro Universitário Estácio de Santa Catarina.Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa e Literatura Portuguesa; professor de Narrativas Audiovisuais nos cursos de graduação e Pós-graduação em Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: jornalismo, ficção na mídia, literatura, linguagem e simbólico.

    Maria Fernanda Diogo

    Graduação em Psicologia pela PUC/SP (1996), Especialização em Psicologia da Infância pela UNIFESP (1998), Especialização em Psicossomática pelo Instituto Sedes Sapientiae (2000), Mestrado (2005) e Doutorado (2012) em Psicologia pela UFSC. Professora da Graduação e da Pós Graduação Lato Sensu da Faculdade Municipal de Palhoça/FMP. Professora da Pós Graduação Lato Sensu do SENAC/SC. Temáticas de interesse: psicologia do trabalho; relações de gênero; psicologia da educação; formação docente.

    Degelane Córdova Duarte

    Professora do Curso de Pedagogia no Instituto Federal Catarinense. Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1992). Especialização em Administração Escolar pela Universidade Federal de Santa Catarina(1994). Especialização em Supervisão Escolar pela Faculdade de Ciências e Letras Plínio Augusto do Amaral/SP(1996) e Mestrado em Educação e Cultura pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Tem experiência em docência no Ensino Superior, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação de Professores, Gestão Escolar, Pesquisa e Prática Pedagógica na Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental.

    Ingrid Nicola Souto

    Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Científica Tecnológica na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduada em Pedagogia no Centro Universitário Franciscano – UNIFRA (2009), com habilitação em Educação Infantil, Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Cursos de Ensino Médio na modalidade Normal, Cursos de Educação Profissional e Gestão Educacional. Atualmente é professora orientadora do curso de Pós-Graduação em Educação na Cultura Digital (UFSC) e tutora da Fundação Parque Tecnológico Itaipu -FPTI/BR Ciência, Tecnologia e Inovação – C&T+ I. Atuou como professora formadora no Centro de Educação a Distância (CEAD) na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e como Designer Instrucional no Senac/EaD. Ministra cursos e oficinas para Professores, Tutores e Estudantes sobre o uso do Moodle no ensino presencial e a distância e apropriação crítica das tecnologias digitais na educação. Tem experiência na área da Educação, com ênfase nos seguintes temas: formação de professores, formação crítica, trabalho docente, prática docente, desenvolvimento de recursos tecnológicos digitais e educação a distância. Participa do Grupo de Pesquisa COMUNIC da UFSC.

    Denis Liberato Delfino

    Possui graduação em Matemática. Pós Graduado em Metodologia do Ensino Interdisciplinar e Gestão Escolar. Atualmente é professor da Faculdade Municipal de Palhoça, Assistente de Educação da Rede Municipal de Ensino, atuando como Diretor de Escola. Docente nas disciplinas Estatística Aplicada à Educação e Metodologia do Ensino da Matemática no curso de Pedagogia – Faculdade Municipal de Palhoça.

    Idorlene da Silva Hoepers

    Mestrado e Doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI (SC). Integrante da Rede Federal de Educação Científica e Tecnológica.

    Ivanir Maciel

    Possui graduação em Pedagogia pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (1998) e mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2009). Atualmente é pesquisador da Universidade do Estado de Santa Catarina, professor efetivo na graduação e pós graduação da Faculdade Municipal de Palhoça e exerce a função de coordenadora do curso de Pedagogia (2015/atual). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação de educadores; Alfabetização e Letramento; Literatura infantil, constituição do leitor e processos de criação; Pesquisa em Educação e infância.

    Magali Dias de Souza

    Doutora em Informática na Educação (UFRGS, 2014), Mestre em Educação (UFRGS, 2007) e Pedagoga com Habilitação em Magistério e Educação Especial/Deficientes Mentais (PUCRS, 1988). Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense – Campus Camboriú (IFC-CAM), atuando no Atendimento Educacional Especializado, assim como nos cursos de graduação em Licenciatura em Pedagogia, de pós-graduação lato sensu em Treinador e Instrutor de Cães-Guia e de pós-graduação lato sensu em Educação. Pesquisadora do Grupo TEIAS (Tecnologia em Educação para Inclusão e Aprendizagem em Sociedade), grupo vinculado à UFRGS, e do Grupo ECTFPro (Educação Científica e Tecnológica na Formação Profissional), vinculado ao IFC-CAM. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial, e está envolvida com os projetos de pesquisa SCALA, SOLASSIST e ARCA, pesquisando os seguintes temas: educação especial, subjetivação, tecnologia digital e assistiva.

    Odimar Lorenset

    Mestre em Educação pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC (2011), licenciado em Geografia pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC (2006), graduado em Pedagogia Supervisão Escolar e Séries Iniciais (2008) e graduado em Pedagogia Orientação Educacional (2009) pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. É Especialista em Gestão Educacional e Metodologias do Ensino Interdisciplinar pela Faculdade Dom Bosco – FDB (2007), Especialista em Educação Infantil e Séries Iniciais também pela Faculdade Dom Bosco – FDB (2007), Especialista em Educação Ambiental pela Universidade Candido Mendes – UCAM (2010) e Especialista em Supervisão Pedagógica, Orientação Educacional e Gestão Escolar pela Faculdade Capivari – FUCAP (2010). Atualmente cursa Licenciatura em Artes Visuais no Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI e Especialização em Neuropsicopedagogia e Educação Especial no Centro Educacional Leonardo da Vinci – UNIASSELVI. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino. história e historiografia da educação. geografia. educação especial e inclusiva. currículo. gestão. Projetos de Trabalho. práticas interdisciplinares e transdisciplinares. educação ambiental. arte-educação.

    Sílvia Régia Chaves de Freitas Simões

    Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Católica de Goiás, mestrado em Educação, pelo Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina, CED/UFSC, na linha de Movimentos Sociais. Doutorado em Ciências da linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina. Pesquisa educação; educação do campo; políticas públicas; etnias, particularmente grupos ciganos. Membro da Association pour la recherche interculturelle-ARIC sediada em Genebra/Suiça. Atualmente é professora do curso de Licenciatura em Pedagogia, do Instituto Federal Catarinense, Campus Camboriú.

    Ágata Regiane Quissini

    Possuo Mestrado em Educação, Especialização em Educação de Pessoas Jovens e Adultas e Licenciatura em Pedagogia. Sou professora efetiva do Instituto Federal Catarinense – Campus Camboriú, onde atuo com ensino, pesquisa e extensão. Na Educação de Pessoas Jovens e Adultas, minha principal área de atuação e interesse, concentro-me em estudos que tensionam a presença dos pressupostos teóricos da Educação Popular em oposição ao referencial neoliberal.

    Gisele Gonçalves

    Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSC – na linha Educação e Infância. Pedagoga com habilitação em séries iniciais do Ensino Fundamental e Educação Infantil pela UFSC. Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas da Educação na Pequena Infância – NUPEIN/UFSC e Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Infância, Educação e Escola – GEPIEE/UFSC. Tem experiência na área de Educação, com ênfase na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, infância e direitos das crianças. Atua na formação universitária e continuada de professores para a educação básica.

    Erika Sagae

    Possui graduação em Educação do Campo, com ênfase em Ciências da Natureza , Matemática e Ciências Agrárias pela Universidade Federal de Santa Catarina (2013) e Mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (2015). Atualmente é vice diretora do Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo – CEPAGRO, ong com sede em Florianópolis, cuja missão é a promoção e articulação da Agroecologia em comunidades rurais e urbanas. Colaboradora do Instituto de Educação do Campo e Desenvolvimento Sustentável de SC e do Fórum Catarinense e Nacional de Educação do Campo. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação do Campo, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação do Campo, formação de educadores e Agroecologia. Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina.