Portal do Governo Brasileiro

  • A A A


  • Pesquisa realizada pelo IFC Camboriú contribui com conquista de selo “Cidade amiga da pessoa idosa” para Balneário Camboriú


    51922955_1570341409735053_8324130125591347200_oO compromisso que o Instituto Federal Catarinense (IFC) tem com a comunidade refletiu em mais um projeto desenvolvido no campus Camboriú. Dessa vez, a cidade de Balneário Camboriú foi a contemplada para receber o selo de “Cidade amiga da pessoa idosa”, emitido pela Organização Mundial da Saúde. A contribuição do IFC Camboriú partiu do projeto “Percepção dos idosos frente às políticas públicas oferecidas no município de Balneário Camboriú, Santa Catarina”, desenvolvido pelos professores Alexandre Vanzuita, coordenador do projeto, e Flávia de Souza Fernandes. Com os resultados obtidos pela pesquisa, realizada com 200 idosos residentes no município, Balneário precisou articular com diferentes entidades e diagnosticar a necessidade local e os serviços ofertados para a população idosa, conforme determinações da Política Nacional do Idoso e o Estatuto do Idoso.

    De acordo com a Flávia Fernandes, a pesquisa analisou os seguintes indicadores: ambiente físico, moradia, transporte, participação, oportunidade de aprendizagem, respeito, inclusão social, comunicação, informação, apoio, cuidado, saúde, turismo e lazer da pessoa idosa. “Destaca-se como conclusão da pesquisa, que os idosos analisaram e perceberam as ações e práticas voltadas ao público de mais de 60 anos na cidade. Fato que, muitas vezes, propiciam viver com mais possibilidades de novas aprendizagens, mas, por outro lado, nos eixos de transporte, saúde e ambiente físico ficou evidente que é necessário o desenvolvimento de práticas e ações que respeitem, valorizem e oportunizem condições de melhor acessibilidade aos idosos residentes neste município”, explicou a docente ao expor os resultados.

    Os resultados da presente pesquisa foram apresentados ao prefeito, secretários e também para a representante da Organização Mundial da Saúde, Haydee Padilha, que aprovou o trabalho realizado pelos docentes.