Portal do Governo Brasileiro

  • A A A

  • Coordenação

    COORDENAÇÃO DE ESTÁGIO E EXTENSÃO – IFC – CAMBORIÚ
    Paulo Fernando Kuss (Coordenador)
    Scheila Delfino de Souza (TAE)
    Marcelo Pinto Bastos Guimarães (Estagiário)
    Fone: (47) 2104-0826
    E-mail: cee@ifc-camboriu.edu.br
    Atendimento: Segunda a Sexta. 07:30 – 21:00

     

    O QUE É A EXTENSÃO

    Processo educativo, cultural e científico que articula o ensino e a pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre o Instituto e a sociedade.

     

    DIMENSÕES DA EXTENSÃO NOS INSTITUTOS FEDERAIS

    a) Programa: conjunto de atividades de caráter orgânico-institucional, associadas e integradas para o alcance de objetivos comuns;

    b) Projeto tecnológico: atividade de pesquisa e/ou desenvolvimento em parceria com instituições públicas ou privadas, que tenha interface e aplicação tecnológica;

    c) Prestação de serviços: consultoria, assessoria, laudo e outros serviços tecnológicos;

    d) Evento: atividade eventual de interesse técnico, social, científico, esportivo, artístico e cultural, favorecendo a participação da comunidade externa e/ou interna;

    e) Projeto social: atividade transformadora, desenvolvida e/ou aplicada na interação com comunidades e apropriada pelas mesmas, que representem soluções para inclusão social, geração de oportunidades e melhoria das condições de vida;

    f) Curso: ação pedagógica de caráter teórico e prático, com critério de avaliação definido e oferta não regular, voltada especialmente para a educação e qualificação profissional;

    g) Projeto cultural artístico e esportivo: cursos, eventos, festivais, competições, prática e desenvolvimento, etc;

    h) Empreendedorismo: apoio à formação empreendedora através de atividades de capacitação, orientação e acompanhamento;

    i) Relação internacional: intercâmbio e acordos de cooperação internacional, como instrumento de melhoria do ensino, da pesquisa e da extensão;

     

    DIRETRIZES DA EXTENSÃO NO IFC

    - Contribuir para o desenvolvimento da sociedade, constituindo um vínculo que estabeleça troca de saberes, conhecimentos e experiências para a constante avaliação e vitalização da pesquisa e do ensino;

    - Buscar interação sistematizada do IFC com a comunidade por meio da participação dos servidores nas ações integradas com as administrações públicas, em suas várias instâncias, e com as entidades da sociedade civil;

    - Integrar o ensino e a pesquisa às demandas da sociedade, seus interesses e necessidades, estabelecendo mecanismos que interrelacionem o saber acadêmico e o saber popular;

    - Incentivar a prática acadêmica que contribua para o desenvolvimento da consciência social, ambiental e política, formando profissionais-cidadãos;

    - Participar criticamente de projetos que objetivem o desenvolvimento regional sustentável em todas as suas dimensões;

    - Articular políticas públicas que oportunizem o acesso à educação profissional estabelecendo mecanismo de inclusão.